02/02/2016

Série | Reign


Hoje é dia de review de série!!
Tenho visto muita coisa, algumas séries boas, outras, de tão aborrecidas, desisti de ver. Mas aqui no blogue só quero falar-vos daquelas que acho que valem mesmo a pena. 
E Reign tem sido a minha série favorita nos últimos tempos (pelo menos até à semana passada, quando Suits voltou!). E já vão perceber porquê.

Lembram-se do post que fiz sobre os Royals, a nova série que retrata a família real inglesa e as intrigas e escândalos da corte? Com Reign temos basicamente o mesmo, mas com o valor acrescentado (e que valor) de ser uma série histórica baseada em factos reais, o que é sempre fascinante, quando bem feita.

Esta conta a história de Mary da Escócia  (Adelaide Kane) durante a passagem pela Corte francesa, como noiva do futuro rei Francis (Toby Regbo). Nesta estância, aquela que se tornará a rainha da França, faz-se acompanhar por quatro amigas de infância que se tornarão suas damas de companhia e quase tão protagonistas como a própria Mary. Cada uma com a sua história, com o seu destino.



Sim, trata-se de uma série baseada em factos reais, mas o rigor histórico não é propriamente o mais importante. Há muita coisa - personagens e factos - que são ficção. Como é o caso de Sebastian (ou Bash para os mais chegados), o filho bastardo  favorito do rei Henry e irmão de Francis. Esta personagem, interpretada pelo actor Torrence Coombs (chamar-lhe sexy é muito pouco ) vem criar o inevitável triângulo amoroso com o irmão e a futura rainha de França. Bash traz, ainda, à série uma pitada de ocultismo, de crenças e rituais pagãos, de profecias, tão típicos nessa época (século XVI). 


Provavelmente não perceberam, mas eu sou completamente #teambash.  


O GUARDA-ROUPA

A beleza da série é, de facto, intrigante. Actores, de tão lindos, que chega a ser um insulto. Um guarda-roupa de cair para o lado. Looks de época, sim, mas compostos por vestidos, jóias e maquilhagens que qualquer uma de nós daria tudo para usar naquela festa de quinta-feira à noite. 




Vestido de noiva maravilhoso!



A BANDA SONORA

A banda sonora? De arrepiar e do melhor que tem a série. Versões de músicas actuais misturadas com o estilo folk, com violoncelos e violinos, em cenários de época de puro glamour (ou de pura miséria) é somente genial. Cada música que se ouve casa na perfeição com a cena, as letras com os sentimentos dos personagens, ou seja, roça a perfeição!

Só para citar alguns exemplos:

#Scotland – The Lumineers (é a música do genérico, fantástica!)
#Back to you – Twin Forks 
#Navigate –  Band of Skulls
#Hills to Climb - Tim Myers
#Bloodline - James and the Wild Spirit
#Crystals - Of Monsters and Men (ADORO)
#Stay With Me - Vitamin String Quartet

And so on.... No Youtube há playlists completas de cada season, não deixem de ouvir, mesmo que não sigam a série, porque vale muuuuito a pena!


ALGUNS PERSONAGENS (FAVORITOS)

Para além do personagem Bash, que já disse que adoro, há outros que, por uma razão ou outra, acho geniais.

King Henry

O rei Henry é pura comédia. Na 2ª temporada, por motivos que logicamente não vou adiantar, todas as cenas com este personagem são divertimento. Depois, há as mil e uma amantes que tem na Corte e os confrontos com a rainha. Delicioso.



Queen Catherine de Medici

A rainha mãe Catherine de Medici (Megan Follows), mulher traída de Henry e mãe do futuro rei Francis. São dela as melhores cenas, dá aquele show de interpretação que é difícil esquecer. É um misto de vilã/heroína, mãe guerreira que faz de tudo para defender os filhos e o seu país, a França, custe o que custar e a quem custar. As minhas cenas favoritas são quando contracena com o personagem de Mary, a nora, seja em missão de paz ou de guerra. Maravilhosas, as duas!



Lord Narcisse

Lord Narcisse, interpretado por Craig Parker (do filme Senhor dos Anéis e da série Spartacus).
Só entra na 2ª temporada e não vem trazer nada de bom aos protagonistas. É considerado um vilão, oportunista da pior espécie, mas é isso que o torna interessante. Tem os seus momentos de sensibilidade, principalmente quando o tema é a Lady Lola (Anna Popplewell) e eu adoro vê-los juntos! É o meu casal favorito da série, mais ainda do que Mary/Francis ou, até, Mary/Bash.



Lady Greer

É, talvez, das amigas de Mary, a que mais cai em desgraça, mas também a mais valente e corajosa. Uma autêntica mulher de armas do século XVI. É interpretada pela actriz Celina Sinden e são dela os melhores penteados da série! Adoro, também, vê-la com Leith (Jonathan Keltz), o amor impossível, já que ele é de uma classe social inferior (começa como cozinheiro na Corte). 



Já perceberam que esta série é pura paixão para mim? 
Espero ter conseguido, pelo menos, contagiar-vos. Para além do que já mencionei, Reign tem intrigas, amores impossíveis, guerras, feitiços, traições, chantagens...
Vai a meio da 3ª temporada (foram emitidos 10 episódios, esperam-se os próximos, para já sem data anunciada).

Deixo mais umas imagens. 
E já sabem, não deixem de partilhar comigo as vossas séries favoritas, já vi algumas sugeridas por vocês e adorei!


1 comentário:

Muito obrigada pelo feedback!!